Mau hálito

[Infográfico] Como combater o mau hálito?

Como combater o mau hálito? Se você já se fez esta pergunta, saiba que não está sozinho. Estima-se que cerca de 30% da população tenha este problema, que pode afetar não só a auto-estima, mas também seus relacionamentos pessoais e profissionais. Ao contrário do que muitos podem pensar, na maior parte dos casos, a causa está na própria boca, e pode ser evitada com bons e simples hábitos de higiene bucal.
como acabar com o mau halito


Compartilhe este infográfico no seu site (copie e cole o código html).



» Clique Aqui para baixar uma versão em Alta Resolução desse infográfico «

INSCREVA-SE E RECEBA DICAS E ORIENTAÇÕES, GRATUITAMENTE, NO SEU E-MAIL!!!

Estas informações são úteis?

Informe seus dados, e receba, gratuitamente, no seu e-mail, mais orientações e dicas como estas!

Como combater o mau hálito?

O mau hálito, conhecido também pelo termo médico Halitose, afeta a qualidade de vida do indivíduo, diminuindo sua auto-estima e prejudicando seus relacionamentos pessoais e profissionais. Em alguns casos, pode contribuir para o desenvolvimento da depressão. Estima-se que 30% da população seja afetada por este problema, segundo o Conselho Regional de Odontologia de São Paulo.


Quais são as causas do mau hálito?

Ao contrário do que muitos pensam, cerca de 90% dos casos de Halitose têm origem na própria boca, e poderiam ser evitados com a adoção de bons e simples hábitos de higiene bucal. Os 10% restantes têm origem sistêmica.

A cavidade bucal é habitada por centenas de espécies de bactérias. Algumas delas se alimentam das proteínas presentes nas partículas de alimentos presos entre os dentes. A digestão destas proteínas libera várias substâncias, entre elas, o gás sulfídrico, responsável pelo odor característico de ovos podres. Além disso, por serem anaeróbicas, essas bactérias vivem em locais como pouco ou nenhum oxigênio, como a parte de trás da língua.

Vale lembrar que as bactérias também são responsáveis pelos surgimento das cáries e de doenças Periodontais. Estas doenças, se não tratadas, podem levar à perda dos dentes, o que torna necessária a busca por tratamentos de reabilitação oral, como o implante dentario.

Tratamento para o mau hálito

Evite a boca seca
A boca seca é o ambiente ideal para as bactérias causadoras do mau hálito, que são anaeróbicas. O ideal é manter-se hidratado durante todo o dia.

Reduza ou evite a ingestão de alguns alimentos e bebidas
Conforme já mencionado, o mal cheiro é resultante da digestão de proteínas. Portanto, convém evitar carnes e laticínios. É sabido também que ambientes ácidos e com açúcar são ideais para a proliferação destas bactérias. Assim, é importante reduzir ou evitar o consumo de bebidas como café, sucos e refrigerantes.

Faça da boa higiene bucal um hábito
Além de causar o mau hálito, a má higiene bucal leva ao acúmulo de bactérias, formando a placa bacteriana, que, por sua vez, evolui para doenças periodontais, que além da halitose podem provocar a perda do dente. Desta forma, é importante ter como hábito a correta escovação após as refeições, o uso do fio dental, além da visitas semestrais ao dentista.

Tratar doenças em outros órgãos do corpo Algumas doenças, como o Diabetes, têm como efeito a redução da produção de saliva e, consequentemente, a boca seca. Desta forma, é necessário descobrir a causa (doença), e tratá-la.

O que fazer para evitar o mau hálito?

  • - Evite comer alho e cebola;
  • - Coma frutas ricas em vitamina C e vegetais crus;
  • - Evite bebidas alcoólicas. O álcool inibe a produção de saliva;
  • - Gomas de mascar evitam que a boca fique seca. Dê preferência às que não contêm açúcar;
  • - Fumar estimula o ressecamento da boca. Evite o cigarro;
  • - Ao fazer a higiene bucal, não esqueça de escova a língua;
  • - Enxaguar a boca com água após comer ou beber entre as refeições. Isso equilibra o ph, evitando a acidez,
  • - Além de fazer a higiene bucal adequada, não esquecer de trocar a escova de dentes a cada três meses.